Emissões de GEE - Minerva Foods | Criando conexões entre pessoas, alimentos e natureza.

Emissões de GEE

Nenhum resultado de indicadores com

Confira a sua palavra de busca ou entre em outra categoria.

Voltar para Central de Indicadores

placeholderCont resultados de indicadores para "placeholderBusca"

Filtrando:

Emissões globais de gases do efeito estufa

GRI 13 GRI 305-1 GRI 305-2 GRI 305-3 ODS 07 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Escopo 1 (tCO2e) 233.274,66 283.144,86 339.109,44
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de escolha de compra - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de localização 14.590,81 53.093,41 40.960,69
Escopo 3 (tCO2e) 34.541,27 16.762.018,44 17.635.165,08
Remoções Totais de GEE (tCO2e) -38.597,52 -8.458,43 -8.443,88
Compensações Totais (tCO2e) - - -

Contexto

Para gestão das emissões de GEE, mensalmente é realizada a coleta de dados operacionais dos negócios da Minerva Foods via ferramenta automatizada e com apoio de consultoria especializada. As emissões de GEE e o plano de descarbonização são geridos pela área de Sustentabilidade com reporte a Comissão de Sustentabilidade e ao Conselho Consultivo de Sustentabilidade e Inovação.
Dentro do Escopo 1, emissões diretas das operações da Minerva Foods, as maiores fontes de emissões estão vinculadas às Estações de Tratamento de Efluentes (ETEs) nas unidades operacionais da América do Sul e às Caldeiras da Colômbia e Argentina, devido aos combustíveis utilizados. O aumento das emissões de Escopo 1 ocorreu mediante a integração das fazendas de confinamento e exportação de gado vivo no Brasil ao inventário. As fontes de emissão incluídas estão relacionadas a fatores como a fermentação entérica e o manejo de dejetos dos animais durante sua permanência nas fazendas e a utilização de adubo nas pastagens.
Em relação ao Escopo 2, conforme mencionado anteriormente, desde 2020 a Minerva Foods adquire Certificados de Energia Renovável (I-RECs), em parceria com a subsidiária Minerva Energia e tem neutralizado as emissões de Escopo 2 das operações em todos os países, com exceção do Paraguai, em que as emissões já são nulas devido à matriz energética local ser composta apenas por fontes renováveis e não emissoras de GEE na geração de energia elétrica.
Ademais, a Companhia tem aprimorado a cada ano a contabilização de suas emissões diretas e indiretas (da cadeia de valor) de GEE no escopo 3. Em 2022, com o auxílio de consultoria especializada, a Companhia realizou um estudo de materialidade de Escopo 3, criando assim uma gestão completa de GEE da sua Cadeia de Valor e somando outras categorias relevantes àquelas que já eram reportadas anteriormente. Outra alteração importante no inventário de emissões da Companhia no ano, foi a melhoria da metodologia de cálculo da fermentação entérica e manejo de dejetos dos animais comprados Brasil (escopo 3), mediante estudos técnicos realizados. A nova metodologia leva em consideração a idade dos bovinos e o período que permanecem em cada tipo criação (confinamento, semiconfinamento, pasto e confinamento a pasto), conforme fatores de emissão do IV Inventário Brasileiro de Emissões e Remoções Antrópicas de Gases de Efeito Estufa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (2020).

Intensidade de emissões de gases do efeito estufa

GRI 13 GRI 305-4 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Intensidade de Emissões Líquidas (tCO2e/ton produto acabado) 0,1617 0,1742 0,1750

Contexto

Para cálculo do indicador foram consideradas as emissões totais de escopos 1 e 2 (produção de carne in natura, produtos processados, subprodutos do abate e biodiesel), em relação ao total produzido acabado (TPA) nas unidades de abate e desossa, que representam 99,6% das emissões da Companhia. Foram desconsideradas as emissões de GEE das fazendas de confinamento e exportação de gado vivo, devido ao processo de definição de um baseline para o indicador de intensidade de emissões de GEE.

Emissões globais de gases de efeito estufa de escopo 3

GRI 13 GRI 305-3 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Emissões de escopo 3 - Deslocamento de funcionários (casa-trabalho) 1.720,41 3.179,51 3.178,24
"Emissões de escopo 3 - Transporte e distribuição (upstream) 32.212,68 225.845,01 243.202,99
Emissões de escopo 3 - Transporte e distribuição (downstream) - - 1.102,49
Emissões de escopo 3 - Viagens a negócios 577,37 831,62 2.419,77
Emissões de escopo 3 - Resíduos gerados nas operações - 30.686,65 52.255,73
Emissões de escopo 3 - Atividades relacionadas com combustível e energia não inclusas nos Escopos 1 e 2 - - 25.175,91
Emissões de escopo 3 - Criação de gado nas fazendas fornecedoras - 16.501.475,65 17.250.145,73
Emissões de escopo 3 - Processamento de produtos vendidos - - 2.237,25
Emissões de escopo 3 - Tratamento de fim de vida dos produtos vendidos - - 55.459,08
Total 34.541,08 16.762.018,44 17.635.177,19

Contexto

A Companhia tem aprimorado a cada ano a contabilização de suas emissões diretas e indiretas (da cadeia de valor) de GEE. Em 2021 iniciou o reporte de Escopo 3 na categoria 1 – Bens e Serviços comprados fermentação entérica dos animais adquiridos), categoria 4 – Transporte e distribuição (upstream), categoria 5 – Resíduos gerados nas operações, categoria 6 – Viagens a negócios e categoria 7 – Deslocamento de funcionários (casa-trabalho). Neste ano, com o auxílio de consultoria especializada, a Companhia realizou um estudo de materialidade de Escopo 3, criando assim uma gestão completa de GEE da sua Cadeia de Valor. Em adição as categorias já reportadas (citadas anteriormente), para as unidades do Brasil, foram incluídas no Inventário de Gases do Efeito Estufa as categorias: 1 – Bens e serviços comprados (itens considerados relevantes no estudo de materialidade), Categoria 3 – Combustível e energia não incluídos nos escopos 1 e 2, categoria 9 – Transporte e distribuição downstream (transporte do couro verde para os Curtumes prestadores de serviços para a Minerva Leather); Categoria 10 – processamento de produtos vendidos e Categoria 12 – Tratamento de fim de vida de produtos vendidos (aplicável às embalagens de produtos da Minerva Foods). Com exceção das categorias 3 e 9, que já foram reportadas, as novas categorias serão incluídas no inventário das unidades LATAM e Austrália no próximo ano.
Outra alteração importante no inventário de emissões da Companhia no ano, foi a melhoria da metodologia de cálculo da fermentação entérica e manejo de dejetos dos animais comprados Brasil (escopo 3), mediante estudos técnicos realizados. A nova metodologia leva em consideração a idade dos bovinos e o período que permanecem em cada tipo criação (confinamento, semiconfinamento, pasto e confinamento a pasto), conforme fatores de emissão do IV Inventário Brasileiro de Emissões e Remoções Antrópicas de Gases de Efeito Estufa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (2020).

Emissões de gases do efeito estufa – Brasil

GRI 13 GRI 305-1 GRI 305-2 GRI 305-3 ODS 07 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Escopo 1 (tCO2e) 87.874,82 93.540,31 165.545,41
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de escolha de compra - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de localização 11.262,66 21.477,07 8.508,61
Escopo 3 (tCO2e) 34.541,27 6.186.297,77 7.670.699,38

Contexto

No Brasil, a Companhia possui oito unidades de abate, uma unidade de processamento de proteínas, um centro de distribuição próprio e oito terceirizados, uma loja modelo e escritórios administrativos corporativos. Além destes, também conta com os negócios relacionados Minerva Leather, Minerva Ingredients, Minerva Biodiesel e Minerva Casings.
A Minerva Foods realizou a compra de certificados de energia renovável para 100% da energia utilizada no país. Esse processo, além de garantir que a energia consumida provém de fontes renováveis, liquida 100% das emissões de escopo 2. Neste ano, com o auxílio de consultoria especializada, a Companhia realizou um estudo de materialidade de Escopo 3, criando assim uma gestão completa de GEE da sua Cadeia de Valor. Em adição as categorias já reportadas (citadas anteriormente), para as unidades do Brasil, foram incluídas no Inventário de Gases do Efeito Estufa as categorias: 1 – Bens e serviços comprados (itens considerados relevantes no estudo de materialidade), Categoria 3 – Combustível e energia não incluídos nos escopos 1 e 2, categoria 9 – Transporte e distribuição downstream (transporte do couro verde para os Curtumes prestadores de serviços para a Minerva Leather); Categoria 10 – processamento de produtos vendidos e Categoria 12 – Tratamento de fim de vida de produtos vendidos (aplicável às embalagens de produtos da Minerva Foods). Com exceção das categorias 3 e 9, que já foram reportadas, as novas categorias serão incluídas no inventário das unidades LATAM e Austrália no próximo ano.
Outra alteração importante no inventário de emissões da Companhia no ano, foi a melhoria da metodologia de cálculo da fermentação entérica e manejo de dejetos dos animais comprados Brasil (escopo 3), mediante estudos técnicos realizados. A nova metodologia leva em consideração a idade dos bovinos e o período que permanecem em cada tipo criação (confinamento, semiconfinamento, pasto e confinamento a pasto), conforme fatores de emissão do IV Inventário Brasileiro de Emissões e Remoções Antrópicas de Gases de Efeito Estufa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (2020).

Emissões de gases do efeito estufa – Argentina

GRI 13 GRI 305-1 GRI 305-2 GRI 305-3 ODS 07 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Escopo 1 (tCO2e) 80.443,04 65.016,49 81.408,48
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de escolha de compra - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de localização 1.956,03 24.615,77 23.561,20
Escopo 3 (tCO2e) - 1.987.866,40 2.516.184,03

Contexto

Na Argentina, a Minerva Foods possui cinco unidades de abate e duas unidades de processamento de proteínas que atuam sob a marca Swift Argentina.
Toda a energia utilizadas nas operações argentinas é de origem renovável e possuem, desde 2020, certificação através de I-RECs (Certificados de Energia Renovável). Esse processo, além de garantir que a energia consumida provém de fontes renováveis, liquida 100% das emissões de escopo 2.
Em 2022, com o auxílio de consultoria especializada, a Companhia realizou um estudo de materialidade de Escopo 3, criando assim uma gestão completa de GEE da sua Cadeia de Valor. Em adição as categorias já reportadas (citadas anteriormente), para as unidades do Brasil, foram incluídas no Inventário de Gases do Efeito Estufa as categorias: 1 – Bens e serviços comprados (itens considerados relevantes no estudo de materialidade), Categoria 3 – Combustível e energia não incluídos nos escopos 1 e 2, categoria 9 – Transporte e distribuição downstream (transporte do couro verde para os Curtumes prestadores de serviços para a Minerva Leather); Categoria 10 – processamento de produtos vendidos e Categoria 12 – Tratamento de fim de vida de produtos vendidos (aplicável às embalagens de produtos da Minerva Foods). Com exceção das categorias 3 e 9, que já foram reportadas, as novas categorias serão incluídas no inventário das unidades LATAM e Austrália no próximo ano.
Outra alteração importante no inventário de emissões da Companhia no ano, foi a melhoria da metodologia de cálculo da fermentação entérica e manejo de dejetos dos animais comprados Brasil (escopo 3), mediante estudos técnicos realizados. A nova metodologia leva em consideração a idade dos bovinos e o período que permanecem em cada tipo criação (confinamento, semiconfinamento, pasto e confinamento a pasto), conforme fatores de emissão do IV Inventário Brasileiro de Emissões e Remoções Antrópicas de Gases de Efeito Estufa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (2020).

Emissões de gases do efeito estufa – Colômbia

GRI 13 GRI 305-1 GRI 305-2 GRI 305-3 ODS 07 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Escopo 1 (tCO2e) 9.087,27 44.282,49 39.944,76
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de escolha de compra - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de localização 631,42 4.968,19 3.547,41
Escopo 3 (tCO2e) - 1.586.733,64 1.634.417,51

Contexto

A Minerva Foods possui duas operações de abate de bovinos na Colômbia.
Toda a energia utilizada também é de origem renovável e possui, desde 2020, certificação através de I-RECs (Certificados de Energia Renovável). Esse processo, além de garantir que a energia consumida provém de fontes renováveis, liquida 100% das emissões de escopo 2. A unidade de Bucaramanga, no país, possui também 1.471 painéis solares instalados na área dos currais, produzindo cerca de 1.625,90 kW/h de energia renovável e reduzindo a emissão de GEE anualmente.
Em 2022, com o auxílio de consultoria especializada, a Companhia realizou um estudo de materialidade de Escopo 3, criando assim uma gestão completa de GEE da sua Cadeia de Valor. Em adição as categorias já reportadas (citadas anteriormente), para as unidades do Brasil, foram incluídas no Inventário de Gases do Efeito Estufa as categorias: 1 – Bens e serviços comprados (itens considerados relevantes no estudo de materialidade), Categoria 3 – Combustível e energia não incluídos nos escopos 1 e 2, categoria 9 – Transporte e distribuição downstream (transporte do couro verde para os Curtumes prestadores de serviços para a Minerva Leather); Categoria 10 – processamento de produtos vendidos e Categoria 12 – Tratamento de fim de vida de produtos vendidos (aplicável às embalagens de produtos da Minerva Foods). Com exceção das categorias 3 e 9, que já foram reportadas, as novas categorias serão incluídas no inventário das unidades LATAM e Austrália no próximo ano.
Outra alteração importante no inventário de emissões da Companhia no ano, foi a melhoria da metodologia de cálculo da fermentação entérica e manejo de dejetos dos animais comprados Brasil (escopo 3), mediante estudos técnicos realizados. A nova metodologia leva em consideração a idade dos bovinos e o período que permanecem em cada tipo criação (confinamento, semiconfinamento, pasto e confinamento a pasto), conforme fatores de emissão do IV Inventário Brasileiro de Emissões e Remoções Antrópicas de Gases de Efeito Estufa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (2020).

Emissões de gases do efeito estufa – Paraguai

GRI 13 GRI 305-1 GRI 305-2 GRI 305-3 ODS 07 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Escopo 1 (tCO2e) 23.390,88 30.741,88 13.943,33
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de escolha de compra - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de localização - - -
Escopo 3 (tCO2e) - 3.757.821,34 3.416.952,35

Contexto

No Paraguai, a Companhia possui cinco unidades de abate que utilizam em seus processos 100% de energia renovável, oriundas de fontes hidrelétricas, líquidas de emissões de escopos 2.
Em 2022, com o auxílio de consultoria especializada, a Companhia realizou um estudo de materialidade de Escopo 3, criando assim uma gestão completa de GEE da sua Cadeia de Valor. Em adição as categorias já reportadas (citadas anteriormente), para as unidades do Brasil, foram incluídas no Inventário de Gases do Efeito Estufa as categorias: 1 – Bens e serviços comprados (itens considerados relevantes no estudo de materialidade), Categoria 3 – Combustível e energia não incluídos nos escopos 1 e 2, categoria 9 – Transporte e distribuição downstream (transporte do couro verde para os Curtumes prestadores de serviços para a Minerva Leather); Categoria 10 – processamento de produtos vendidos e Categoria 12 – Tratamento de fim de vida de produtos vendidos (aplicável às embalagens de produtos da Minerva Foods). Com exceção das categorias 3 e 9, que já foram reportadas, as novas categorias serão incluídas no inventário das unidades LATAM e Austrália no próximo ano.
Outra alteração importante no inventário de emissões da Companhia no ano, foi a melhoria da metodologia de cálculo da fermentação entérica e manejo de dejetos dos animais comprados Brasil (escopo 3), mediante estudos técnicos realizados. A nova metodologia leva em consideração a idade dos bovinos e o período que permanecem em cada tipo criação (confinamento, semiconfinamento, pasto e confinamento a pasto), conforme fatores de emissão do IV Inventário Brasileiro de Emissões e Remoções Antrópicas de Gases de Efeito Estufa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (2020).

Emissões de gases do efeito estufa – Uruguai

GRI 13 GRI 305-1 GRI 305-2 GRI 305-3 ODS 07 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Escopo 1 (tCO2e) 32.478,65 49.563,68 19.672,08
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de escolha de compra - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de localização 906,77 2.032,39 1.179,00
Escopo 3 (tCO2e) - 3.243.277,70 1.572.679,28

Contexto

Em solo uruguaio, a Minerva Foods possui três unidades de abate para as quais, realizou a compra de certificados de energia renovável para 100% da energia utilizada. Esse processo, além de garantir que a energia consumida provém de fontes renováveis, liquida 100% das emissões de escopo 2. Em 2022, com o auxílio de consultoria especializada, a Companhia realizou um estudo de materialidade de Escopo 3, criando assim uma gestão completa de GEE da sua Cadeia de Valor. Em adição as categorias já reportadas (citadas anteriormente), para as unidades do Brasil, foram incluídas no Inventário de Gases do Efeito Estufa as categorias: 1 – Bens e serviços comprados (itens considerados relevantes no estudo de materialidade), Categoria 3 – Combustível e energia não incluídos nos escopos 1 e 2, categoria 9 – Transporte e distribuição downstream (transporte do couro verde para os Curtumes prestadores de serviços para a Minerva Leather); Categoria 10 – processamento de produtos vendidos e Categoria 12 – Tratamento de fim de vida de produtos vendidos (aplicável às embalagens de produtos da Minerva Foods). Com exceção das categorias 3 e 9, que já foram reportadas, as novas categorias serão incluídas no inventário das unidades LATAM e Austrália no próximo ano.
Outra alteração importante no inventário de emissões da Companhia no ano, foi a melhoria da metodologia de cálculo da fermentação entérica e manejo de dejetos dos animais comprados Brasil (escopo 3), mediante estudos técnicos realizados. A nova metodologia leva em consideração a idade dos bovinos e o período que permanecem em cada tipo criação (confinamento, semiconfinamento, pasto e confinamento a pasto), conforme fatores de emissão do IV Inventário Brasileiro de Emissões e Remoções Antrópicas de Gases de Efeito Estufa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (2020).

Emissões de gases do efeito estufa – Chile

GRI 13 GRI 305-1 GRI 305-2 GRI 305-3 ODS 07 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Escopo 1 (tCO2e) - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de escolha de compra - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de localização - - -
Escopo 3 (tCO2e) - 21,58 5,35

Contexto

No Chile, a Companhia possui um centro de distribuição com operações terceirizadas, para as quais iniciou-se, em 2021, o monitoramento das fontes de emissões relacionadas ao transporte e distribuição.

Emissões globais de CO2 de origem renovável

GRI 13 GRI 305-1 ODS 07 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Escopo 1 (tCO2e) 157.200,68 278.213,01 228.112,96
Escopo 2 (tCO2e) - - -
Escopo 3 (tCO2e) 3.907,52 7.023,51 8.620,45

Contexto

Emissões de gases do efeito estufa – Austrália

GRI 13 GRI 305-1 ODS 07 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Escopo 1 (tCO2e) - - 40,47
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de escolha de compra - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de localização - - 1.012,27
Escopo 3 (tCO2e) - 21,58 4.567,87

Contexto

Na Austrália, a Companhia possui 4 unidades operacionais de abate de ovinos, Esperance e Tammin adquiridas em dezembro de 2021 e que operaram a partir de julho/2022 e Colac e Sunshine, adquiridas em outubro/22 e que operaram pela Minerva Foods a partir de novembro do mesmo ano. No inventário de emissões ano-base 2022, foram consideradas as emissões apenas das unidades de Esperance e Tammin.
A Companhia realizou a compra de certificados de energia renovável para 100% da energia utilizada nas unidades, mesmo Colac e Sunshine que não tiveram as emissões somadas ao inventário no período. Esse processo, além de garantir que a energia consumida provém de fontes renováveis, liquida 100% das emissões de escopo 2. No escopo 3, foram consideradas as categorias: Atividades relacionadas com combustível e energia não inclusas nos Escopos 1 e 2, Bens e Serviços comprados – ovinos e Resíduos gerados nas operações.

Emissões de gases do efeito estufa – Estados Unidos

GRI 13 GRI 305-1 GRI 305-2 GRI 305-3 ODS 07 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Escopo 1 (tCO2e) - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de escolha de compra - - -
Escopo 2 (tCO2e) - abordagem de localização - - -
Escopo 3 (tCO2e) - - 464,06

Contexto

Nos EUA, a Companhia possui uma operação de distribuição de produtos terceirizada.

Emissões de gases do efeito estufa – escopo 1 – por unidade operacional (tCO2e)

GRI 13 GRI 305-1 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Araguaína (BRA) - 10.633,11 10.668,38
Assunção Planta 2 (PRY) - 410,60 297,53
Assunção Planta 8 (PRY) - 1.285,20 544,07
Barretos (BRA) - 10.466,38 11.466,45
Belén Planta 23 (PRY) - 15.517,99 11.285,72
Bucaramanga (COL) - 14.650,34 3.958,81
CD Araraquara (BRA) - 17,17 14,90
CSAP - Altinópolis (BRA) - - 7.311,81
CSAP - Araguaína (BRA) - - 6.215,47
CSAP - Buritama (BRA) - - 11.009,91
CSAP - Morada da Lua (BRA) - - 11.251,79
CSAP - Rolim de Moura (BRA) - - 7.314,55
CSAP - Sela da Prata (BRA) - - 2.985,61
CSAP - Vale do Paciência (BRA) - - 1.206,99
Campina Verde (BRA) - - 0,00
Canelones (URY) - 11.133,01 8.647,76
Carrasco (URY) - 11.119,50 11.024,32
Ciénaga de Oro (COL) - 29.632,16 35.985,95
Escritório Corporativo Barretos (BRA) - 242,14 239,14
Escritório Corporativo São Paulo (BRA) - 0,02 -
Escritório Villa Lobos SP (BRA) - - 103,53
Esperance (AUS) - - 33,90
Goianésia (BRA) - - 0,00
Janaúba (BRA) - 24.986,24 17.010,84
José Bonifácio (BRA) - 6.857,26 7.749,57
Melo (URY) - 27.311,17 18.434,46
Minerva Beef Shop (BRA) - 10,07 11,14
Minerva Biodiesel (BRA) - 33,70 31,92
Minerva Casings (BRA) - 25,50 45,06
Minerva Fine Foods (BRA) - 829,54 1.060,42
Minerva Leather (BRA) - 1,51 3,26
Mirassol d’Oeste (BRA) - 465,13 3.527,17
Palmeiras de Goiás (BRA) - 24.450,10 47.853,85
Paranatinga (BRA) - 3.561,87 3.273,87
Pilar (ARG) - 142,74 120,46
Pontevedra (ARG) - 14.839,37 19.947,08
Rolim de Moura (BRA) - 10.960,58 15.189,76
Rosário (ARG) - 46.448,34 57.606,58
San Antonio Planta 3 (PRY) - 13.528,09 1.816,02
Tammin (AUS) - - 6,57
Venado Tuerto (ARG) - 3.586,05 3.854,82
Total - 283.144,86 339.109,44

Contexto

Para gestão das emissões de GEE, mensalmente é realizada a coleta de dados operacionais dos negócios da Minerva Foods via ferramenta automatizada e com apoio de consultoria especializada. As emissões de GEE e o plano de descarbonização são geridos pela área de Sustentabilidade com reporte a Comissão de Sustentabilidade e ao Conselho Consultivo de Sustentabilidade e Inovação.
Dentro do Escopo 1, emissões diretas das operações da Minerva Foods, as maiores fontes de emissões estão vinculadas às Estações de Tratamento de Efluentes (ETEs) nas unidades operacionais da América do Sul e às Caldeiras da Colômbia e Argentina, devido aos combustíveis utilizados. O aumento das emissões de Escopo 1 ocorreu mediante a integração das fazendas de confinamento e exportação de gado vivo no Brasil ao inventário. As fontes de emissão incluídas estão relacionadas a fatores como a fermentação entérica e o manejo de dejetos dos animais durante sua permanência nas fazendas e a utilização de adubo nas pastagens.

Emissões de gases do efeito estufa – escopo 2 – por unidade operacional (tCO2e)

GRI 13 GRI 305-1 ODS 13 SASB FB-MP-110a. TCFD
2020 2021 2022
Araguaína (BRA) - 2.029,07 727,26
Assunção Planta 2 (PRY) - - -
Assunção Planta 8 (PRY) - - -
Barretos (BRA) - 3.024,29 1.166,30
Belén Planta 23 (PRY) - - -
Bucaramanga (COL) - 1.923,89 1.570,68
CD Araraquara (BRA) - 418,42 172,60
CSAP - Altinópolis (BRA) - - 3,62
CSAP - Araguaína (BRA) - - 8,41
CSAP - Buritama (BRA) - - 6,59
CSAP - Morada da Lua (BRA) - - 8,80
CSAP - Rolim de Moura (BRA) - - 0,77
CSAP - Sela da Prata (BRA) - - 1,92
CSAP - Vale do Paciência (BRA) - - 1,37
Campina Verde (BRA) - - 4,41
Canelones (URY) - 12,34 643,38
Carrasco (URY) - 651,11 535,61
Ciénaga de Oro (COL) - 605,80 1.976,73
Escritório Corporativo Barretos (BRA) - 3.044,30 -
Escritório Corporativo São Paulo (BRA) - - 1,26
Escritório Villa Lobos SP (BRA) - 3,28 1,36
Esperance (AUS) - - 656,33
Goianésia (BRA) - - 2,90
Janaúba (BRA) - 1.689,44 531,68
José Bonifácio (BRA) - 1.869,16 795,18
Melo (URY) - 775,47 623,07
Minerva Beef Shop (BRA) - 59,99 18,53
Minerva Biodiesel (BRA) - - -
Minerva Casings (BRA) - 0 0
Minerva Fine Foods (BRA) - 2.114,53 778,92
Minerva Leather (BRA) - 4,75 1,69
Mirassol d’Oeste (BRA) - 945,71 748,56
Palmeiras de Goiás (BRA) - 4.833,44 1.775,45
Paranatinga (BRA) - 1.823,32 670,93
Pilar (ARG) - 2.494,93 2.529,14
Pontevedra (ARG) - 2.027,86 2.261,06
Rolim de Moura (BRA) - 2.649,33 1.080,11
Rosário (ARG) - 18.572,56 19.570,92
San Antonio Planta 3 (PRY) - - -
Tammin (AUS) - - 355,94
Venado Tuerto (ARG) - 1.520,42 1.729,22
Total - 53.093,41 40.960,69

Contexto

Para gestão das emissões de GEE, mensalmente é realizada a coleta de dados operacionais dos negócios da Minerva Foods via ferramenta automatizada e com apoio de consultoria especializada. As emissões de GEE e o plano de descarbonização são geridos pela área de Sustentabilidade com reporte a Comissão de Sustentabilidade e ao Conselho Consultivo de Sustentabilidade e Inovação.
Em relação ao Escopo 2, conforme mencionado anteriormente, desde 2020 a Minerva Foods adquire Certificados de Energia Renovável (I-RECs), em parceria com a subsidiária Minerva Energia e tem neutralizado as emissões de Escopo 2 das operações em todos os países, com exceção do Paraguai, em que as emissões já são nulas devido à matriz energética local ser composta apenas por fontes renováveis e não emissoras de GEE na geração de energia elétrica.